26 março 2015

Boicote a grandes marcas!

"Clientes boicotam grandes marcas por um ideal"

Oi pessoal, tudo bem? Bom pelo titulo vocês sabem que o assunto não é um dos mais divertidos né! Mas acho que é necessário ser falado, nunca imaginei sinceramente que faria um post sobre isso, mas eu fiquei feliz, por essa que eu considero ser uma "revolução".
Nos últimos dias tenho visto algumas noticias sobre alguns boicotes a grandes marcas uma delas a Dolce & Gabbana onde os donos tem uma visão sobre"casal gay" e "formação de família" considerada preconceituosa por muitos, outra também dessa semana é sobre a marca Lime Crime que muitos de nós amamos, e que a algum tempo já vem se envolvendo em algumas "confusões" como roubo de informações de clientes no site, Photoshop nas fotos e mudança composição dos produtos. Fora essas duas marcas que citei existem outros casos, como da Zara por trabalho escravo e a Renner.


Mas o foco do post não é esse,  e sim que as pessoas estão mais consciente e estão lutando por um ideal, não importa se é pelo preconceito, ou se é por ingredientes de um determinado produto ou por trabalho escravo, o que realmente importa é que as pessoas estão mudando, estão se informando como as coisas são feitas, se é legal ou não. As pessoas não estão comprando só pelo preço, ou marca (status), elas na hora de consumir estão exigindo mais e isso é totalmente novo.


Uma das coisas que tem ajudado bastante a propagar informação são as redes sociais que atinge um numero que chega a ser absurdo de pessoas, e então muitas marcas se vem obrigadas a prestar esclarecimentos e até mesmo mudar seus atos. Um exemplo que eu presenciei sobre isso é o trabalho escravo ligado a Renner, como já falei para vocês neste post sobre meu trabalho, nós somos terceirizados de grandes marcas como Renner, Riachuelo, Guess, Lacoste e muitas outras e quando algumas empresas aqui da nossa região tiveram problemas com o ministério do trabalho, a Renner simplesmente tirou o serviço de todas, não foi só das empresas que estavam sendo acusadas pelo ministério mas sim de todas as empresas da região. E isso mostra que a marca não quer ser relacionada a esse tipo de questão, por que causa um grande impacto tanto legalmente quanto na relação empresa / consumidor.


Um conselho sobre toda essa questão é "se informe" , não acredite em tudo que você lê, por que sabemos e não é de hoje que existe a questão do interesse que muitos meios de comunicação tem, e cobre nunca deixe de cobrar por que só assim as coisas iram mudar.
Vocês tem o costume de relacionar essas questões na hora de comprar? Ou acha que isso não é importante?
Eu vejo os dois tipos de consumidores, e apesar de eu ter um blog que fala bastante sobre moda e produtos e que está diretamente relacionado ao consumismo eu não sou a loka das compras e sempre tento avaliar além dos preços, e considero isso parte do estilo das pessoas.
Bom por hoje é só não esqueça deixe sua opinião sobre o post ou blog, e se tiver alguma  critica também será bem vinda, se você quiser conversar um pouco mais comigo é só dar um like na page Paula Ribeiro Blog e seguir o blog no Instagram @paularibeiromoda sempre estou online e vou adorar conversar com você.
Um beijo e fiquem com Deus!




Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Oi Paula tudo bem amore... puxa gostei do seu post, acredita que eu não imaginava que isso acontecia, meu Deus estou de boca aberta... como vc disse tenho que procurar ficar mais informada e não acreditar em tdo o que eu leio... Um beijo minha linda até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani é assim mesmo, nunca sabemos de tudo! Mas que bom que gostou. Beijos

      Excluir

Oi gostou do post? Escreva aqui sua opinião o duvida terei o maio prazer de te responder!!! Beijos....

© Paula Ribeiro - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo